Total de visualizações de página

A DISCIPLINA DE BRUCE LEE




Bruce Lee procurou introduzir um sistema específico de treinos para trabalhar o seu corpo da melhor maneira para a prática do Jeet Kune Do. 
Dos exercícios físicos que eram praticados, Lee procurou reforçar a força muscular das seguintes áreas do seu corpo:
Os braços: Lee efetuava vários exercícios distintos, como agachamentos, flexões, ondas de concentração, de pulso e de reversão, entre outros. Na altura, ele repetia sucessivamente estes exercícios, o que lhe permitiu ganhar uma massa muscular braçal considerável. A filosofia de Lee e os seus ensinamentos principais cultivavam a ideia que um músculo mais forte é um músculo maior e isso está na base do sucesso da sua disciplina como arte marcial.

As pernas: Lee empregou vários métodos e rotinas diferentes nos seus treinos, incluindo o saltar à corda para maximizar as suas capacidades físicas e levar o corpo humano a ultrapassar os seus próprios limites.

Os abdominais: Lee considerava que os músculos abdominais tinham uma enorme importância no desempenho de um praticante de artes marciais, uma vez que qualquer tipo de movimento ou técnica necessitava de algum tipo de esforço e trabalho abdominal. O mestre do Jeet Kune Do era assim um discípulo incondicional do trabalho abdominal e, como tal, estava sempre a contrair e a trabalhar os músculos do seu estômago e fazia-o nas tarefas mais básicas do dia-a-dia. 
O seu trabalho abdominal incluía:

·         Torção de Cintura: quatro séries de 90 repetições;
·         Sentar para cima com torções: quatro séries de 20 repetições;
·         Elevações de perna: quatro séries de 20 repetições;
·         Torções inclinadas: quatro séries de 50 repetições;
·         Pontapés em posição de rã: quatro séries de 50 repetições.




Lee tinha um programa de treinos muito rigoroso e os seus dias eram preenchidos com a realização de vários exercícios físicos distintos, principalmente na parte da manhã. Das 7 às 9 da manhã trabalhava os abdominais, a flexibilidade de movimentos e a corrida. 
Posteriormente, das 11 às 12 horas fazia musculação e ciclismo. 
No final da manhã, Lee terminava o seu treino matinal com a realização de aproximadamente 800 saltos à corda. É de realçar que Lee também fazia exercícios para endurecer os seus punhos e era frequente encontrá-lo a dar murros em pedras ou areia grossa que estavam dentro de um balde. Bruce Lee acreditava que a mente humana conseguia subjugar tudo, inclusive a dor real.

“Quando sua mente está tranquila, haverá algumas pausas ocasionais para atividades, haverá um desprendimento, e é somente nesses intervalos entre dois pensamentos que haverá um flash de entendimento – entendimento não é um pensamento. Mas se você gastar muito tempo pensando sobre uma coisa, não conseguirá termina-la.” – Lee

Bruce Lee contra os Guardas


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DISCIPLINA E SABEDORIA