Total de visualizações de página

RAZÃO E EMOÇÃO



Seguir só a razão vai lhe tornar frio, seguir só o 
coração vai lhe tornar tolo. 
Não tente escolher um ou outro, basta junta-los.  
O coração é a motivação, a vontade. 
A razão é o guia.
A emoção é algo que nos faz agir por impulso, pensando exclusivamente no bem estar e na alegria momentânea. 
Sem emoções, nossa capacidade de tomar decisões coerentes fica consideravelmente comprometida. 
Isto porque as emoções funcionam como uma direção que facilita as escolhas que fazemos.
Na verdade, as emoções são uma parte indispensável da nossa vida racional e são elas que nos ajudam a tomar decisões equilibradas.

Se decidir pela razão, em alguns casos, você pode até achar que está sendo duro e inflexível, pois existe o risco de pensar que a decisão poderia ser outra e que apesar da situação, todos mereceriam uma segunda chance.
Se a opção for pela emoção, da mesma forma, pode lhe pairar dúvidas sobre o grau de tolerância em relação ao caso, ou até mesmo da sua falta de coragem em decidir de forma mais incisiva.
Logo, antes de optar por uma ou outra forma, procure examinar com clareza os fatos, as consequências e os resultados de cada atitude. 
Seja integro e correto nesta avaliação e considere que o resultado final deve conter sempre a melhor solução para todos os envolvidos, mesmo que para alguns seja somente uma lição aprendida, o que já é uma grande conquista.
Avalie-se

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DISCIPLINA E SABEDORIA